Domingo, 05 de dezembro de 2021

Sperafico recebe título de Cidadão Honorário do Oeste

21/11/2018
O deputado federal licenciado, que responde atualmente pela Chefia da Casa Civil do Paraná, Dilceu Sperafico, é o novo Cidadão Honorário do Oeste. O título será entregue em solenidade nesta sexta-feira, em Cascavel, em evento da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop).

O deputado federal licenciado e chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Dilceu Sperafico, receberá o título de Cidadão Honorário do Oeste do Paraná, em solenidade especial da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), nesta sexta-feira, dia 23 de novembro, em Cascavel.

O encontro será realizado no salão de festas do Tuiuti Esporte Clube, a partir das 19h30, sob a coordenação do presidente da instituição, prefeito Anderson Bento Maria, de Maripá, contando também com cerimônia de entrega do Prêmio Amop de Jornalismo, que na edição de 2018 tem como tema a “desburocratização”.

Dilceu é natural de Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, onde nasceu em 26 de janeiro de 1948. Juntamente com os pais, Ismael Vicente e Olinda Joanina Rizzi Sperafico, e irmãos, transferiu-se para Toledo, ainda menino, em 21 de janeiro de 1957.

O pai, falecido em 15 de novembro de 1983, era agricultor e comerciante. A mãe era líder comunitária e com a morte prematura do marido, se tornou a matriarca e grande referência da Família Sperafico. Ela faleceu em 26 de fevereiro de 2007.

Com os irmãos Hélio, Levino, Itacir, Dílso e Mílton, a exemplo das saudosas irmãs Ageli e Alzira, sempre manteve as melhores relações pessoais e familiares, além de sociedades empresariais. Dilceu é casado com Iraci Josefina Sperafico e o casal possui três filhos: Thaís, Fabíola e Natan.

É formado em Contabilidade, pelo Colégio La Salle, de Toledo, graduado em Direito e Filosofia, agropecuarista e empresário.

Concorreu a cargo eletivo pela 1ª vez em 1994, elegendo-se deputado federal, com 57.157 votos. Conquistou novos mandatos nas eleições de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014, obtendo 78.540, 106.924, 116.652, 107.820 e 151.930 votos, respectivamente. Nos dois últimos pleitos, foi o deputado federal mais votado no Oeste do Paraná.

Em 25 de fevereiro 2016 reassumiu o cargo de presidente do Diretório Estadual do Partido Progressista (PP), do Paraná, com mandato de quatro anos, função que já havia exercido entre os anos de 2003 e 2007.

Entre 2007 e 2009, foi coordenador da Bancada Federal do Paraná, composta de 30 deputados federais e três senadores, de diversas agremiações partidárias.

Entre 1999 e 2000 presidiu a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, depois de haver sido vice-presidente, da qual foi membro titular, a exemplo de diversas outras comissões permanentes e especiais.

Em 2018 voltou a assumir o cargo de presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados. A comissão reúne 52 membros titulares e o mesmo número de suplentes.

Em nível de Congresso Nacional, em 2005 assumiu a presidência da Frente Parlamentar da Agricultura, integrada por 114 deputados federais e 12 senadores. O colegiado é formado por 234 deputados federais e 27 senadores, desde sua criação em 1995, como Frente Parlamentar da Agricultura. Dilceu foi o primeiro político paranaense a assumir a presidência do colegiado, com mandato de um ano.

Integrou a Frente Parlamentar Cooperativista e a Frente Parlamentar da Radiodifusão, entre outros blocos parlamentares. Foi um dos representantes do Congresso Nacional no Parlamento do Mercosul (Parlasul) e no Parlamento Latinoamericano (Parlatino).

Representou na Câmara dos Deputados e Congresso Nacional as Regiões Oeste, Sudoeste, Noroeste e Centro-Oeste do Paraná, com trabalho destacado em favor do agronegócio, do agricultor, dos municípios, dos trabalhadores urbanos e rurais e dos pequenos empresários.

Sempre esteve entre os parlamentares mais assíduos do Congresso Nacional, segundo levantamentos realizados pela imprensa especializada. Foi apontado como um dos melhores e mais atuantes deputados federais do Paraná, além de estar entre os que mais recursos da União canalizaram para os municípios.

Graças à sua atuação destacada, consolidou imagem de uma das novas e mais influentes lideranças políticas do Estado. Na defesa dos interesses do Paraná, dos municípios e do agronegócio, sempre manteve cordiais relações com autoridade federais e estaduais, incluindo ministros do Governo Federal e governadores do Estado.

Entre as missões internacionais cumpridas, estiveram audiência no Vaticano e visita à base militar brasileira na Antártida, além de participação pessoal na conquista do Campeonato Mundial Interclubes do Grêmio, no Japão, entre outras iniciativas.

Em 18 de abril de 2018 solicitou licença da Câmara dos Deputados, por tempo indeterminado, e no dia seguinte assumiu a chefia da Casa Civil do Governo do Estado, a segunda principal função do atual Executivo do Paraná.

Neste novo desafio manteve suas convicções de defender os interesses e priorizar investimentos no municipalismo e no agronegócio, levando em consideração os interesses da população e a promoção do desenvolvimento econômico e humano do Estado e do País.

Em 31 de outubro de 2018, Dilceu pediu exoneração do cargo de chefe da Casa Civil do Paraná. Deixou a função no Estado para retornar à Câmara dos Deputados, pois em Brasília, desejava participar dos debates finais de votações de emendas parlamentares do atual exercício e também de discussões sobre reformas na atual legislatura no Congresso Nacional.

No dia 13 de novembro, após cumprir suas metas em Brasília, Dilceu reassumiu o cargo de chefe da Casa Civil do Governo do Estado, no qual deverá permanecer até a posse do novo governo, em 1º de janeiro de 2019.

Com suas atividades parlamentares, manifestações públicas e posições sobre temas do interesse do municipalismo, do agronegócio, do Estado, do País e do mundo, foram lançadas 14 edições anuais do livro “Pensar & Agir”, reunindo artigos semanais e relatos de atividades políticas, ao longo dos últimos 14 anos.

Em reconhecimento ao trabalho desenvolvido em Brasília já foi agraciado com Títulos de Cidadão Honorário de 21 cidades do Oeste, Sudoeste e do Noroeste do Paraná: Toledo, Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa, Dois Vizinhos, Missal, Quatro Pontes, Tupãssi, Maripá, Santa Lúcia, Iguatu, Santa Terezinha de Itaipu, Formosa do Oeste, Ouro Verde do Oeste, Terra Roxa, Diamante do Oeste, Pato Bragado, Assis Chateaubriand, São Pedro do Iguaçu, Matelândia e Mercedes.

 

(Da Assessoria)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)