Quinta-feira, 20 de junho de 2019

GR: Copa Oeste dá experiência e preparação às atletas novatas

03/06/2019
A primeira etapa da 14ª Copa Oeste de Ginástica Rítmica proporciona experiência e auxilia na preparação de atletas, em especial para as novatas.

Foi uma experiência muito positiva, especialmente para as mais novas, que estão estreando na modalidade, a primeira etapa da 14ª Copa Oeste de Ginástica Rítmica, realizada na sexta-feira (31/05), no ginásio de esportes do Sesi, em Toledo. A competição reuniu um total de 59 atletas, de diversas categorias, representando equipes dos municípios de Toledo, Marechal Cândido Rondon e Cascavel. Pais, atletas das escolinhas, incentivadores da modalidade lotaram uma das arquibancadas do ginásio para torcer pelas meninas.

A técnica Solange Martins Paludo colocou em quadra as atletas da categoria infantil, com 8 anos de idade. “Foi a estreia delas, apesar delas poder competir a partir dos 7 anos. Nesta fase a participação delas na Copa Oeste é muito importante para elas ver como funciona uma competição oficial, para perder o medo da quadra, do público, dos árbitros e para que elas percebam o que e porque é trabalhado cada movimento nos treinos. Além disso, serve de incentivo para continuar treinando e perceber onde precisa ser melhorado”, destacou a técnica, que no começo da manhã de segunda-feira fez questão de sentar com a equipe e avaliar em conjunto as fichas técnicas de cada uma das atletas.

“A gente mostra os erros, os acertos, o movimento que não pontuou por não ter sido concluído, entre outras questões. É muito importante que elas tenham este retorno para que entendam um pouco mais sobre a modalidade. Independentemente dos resultados, a gente percebe que elas estavam felizes por participar da competição e voltam para o treinamento muito contentes. Isso é fundamental nesta fase. Para continuarem como atletas elas precisam gostar e querer praticar o esporte”, reforça a técnica.

Segundo Solange, mesmo que estas meninas não sejam atletas de ponta no futuro, o que elas estão aprendendo em quadra serve tanto para o esporte como para a vida delas. Entre as que praticam o esporte, acrescenta Solange, é evidente conceitos como a necessidade de lutar pelo que elas querem, a persistência, a responsabilidade, a determinação, a disciplina, a capacidade de superação de limites, entre outras questões que o esporte ensina, mas que servem para o dia a dia das pessoas.

Solange também agradeceu a participação do público, que prestigiou a apresentação das meninas. Pais, apoiadores, alunas das escolinhas de GR prestigiaram a competição e deram um brilho extra ao evento. Segundo ela, este apoio é fundamental e serve de incentivo para que as meninas continuem treinando e desenvolvendo o seu potencial.

A competição também serviu de preparação para as atletas que viajam ainda nesta semana para Londrina, onde participam do Campeonato Paranaense Infantil e Adulto de Ginástica Rítmica. Maria Eduarda Alexandre, Isabelle Novelli da Silva, Fernanda Heinemann e Alana Carolayne da Silva participam na categoria infantil. No adulto, competem Geane Costa Silva, Allanis Flach do Nascimento, Samara Sibin, Kauany Zanettin Paes e Antonella Genuzio Paz.

 

(Da Assessoria, com fotos de Oni Bianca)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)