Sábado, 28 de novembro de 2020

Projetos sustentáveis recebem financiamentos do BRDE

22/09/2020
Por meio do Programa BRDE PCS - Produção e Consumo Sustentáveis, o banco tem apoiado projetos ligados às energias limpas e renováveis; gestão de resíduos e reciclagem; uso racional e eficiente da água; agronegócio sustentável e cidades sustentáveis.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) reafirma o compromisso com o desenvolvimento sustentável do Paraná. Nos últimos meses, pelo menos três projetos ligados a esta temática foram aprovados e receberão financiamento do banco.
Com recursos da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), por meio do Programa BRDE PCS - Produção e Consumo Sustentáveis, que financia projetos de impacto positivo sobre o meio ambiente e o clima, o BRDE tem apoiado projetos ligados às energias limpas e renováveis; gestão de resíduos e reciclagem; uso racional e eficiente da água; agronegócio sustentável e cidades sustentáveis.
Recentemente, três municípios comemoraram a conquista de recursos: Roncador, Barbosa Ferraz e Assis Chateubriand. No primeiro, o projeto contemplado consiste na substituição dos 1.596 pontos do parque de iluminação pública, atualmente formado por luminárias com lâmpadas de vapor de sódio, por luminárias em LED. Integralmente financiado pelo BRDE PCS, o valor passa de R$ 2,4 milhões.
Em Barbosa Ferraz, o projeto também diz respeito à iluminação pública. Por lá, aproximadamente 1,8 mil pontos de iluminação foram trocados por luminárias de LED. O valor do projeto, também financiado de forma integral, é de cerca de R$ 2,1 milhões.
No município de Assis Chateubriand a construção de um abrigo para estacionamento da frota de veículos leves e pesados do município, assim como a instalação de sistema de geração de energia fotovoltaica de 214,4 kilo-Watt-pico (kWp), recebeu investimento de mais de R$ 1,8 milhão pelas linhas AFD e BNDES.


SOBRE A AFD


A Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) recentemente celebrou o financiamento de 70 milhões de euros – cerca de R$ 425 milhões – para o BRDE. Historicamente, desde 2018, o banco conta com empréstimos da agência, direcionando os recursos para o Programa BRDE PCS - Produção e Consumo Sustentáveis.
Hoje, esta é a linha mais demandada no BRDE, que procura atender e incentivar o financiamento de projetos alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, da ONU. Entre eles, estão itens como educação de qualidade; igualdade de gênero; cidades e comunidades sustentáveis; produção e consumo sustentáveis, paz e justiça, entre outros.
(Fonte: AEN)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Seja o primeiro, faça seu comentário. ;)